Skip to content

Vendée Globe no tablet

sexta-feira, 9 novembro, 2012 @ 3:55 pm

VendeeGlobe

Four more years. Esta frase ficou famosa na boca do Obama, mas estou falando da 7ª Vendée Globe. Tivemos que esperar quatro anos por uma nova edição da regata considerada o Evereste dos Oceanos: a volta ao mundo sem escalas, em solitário, com barcos da classe IMOCA.

É um desafio para poucos. Os 20 skippers, entre eles Samantha Davies, a bela entre as feras na edição 2012-2013, partem amanhã de Les Sables d’Olone, navegam em alta velocidade com seus Open 60s por mares tempestuosos, montam três dos cabos mais cabulosos do globo – Boa Esperança, Leuwin e Horn – e 28.050 milhas depois retornam ao porto de onde partiram na França. A regra é simples: não há rating, os barcos são monotipos, e ganha quem chegar primeiro. E quem conseguir chegar tem chances de ganhar.

A edição 2008-2009 foi adrenalina pura, cheia de dramas e superações, com direito a quebras e resgates em alto-mar. Uma coisa é certa, essa turma dá nó em pingo d´água. Pra você ter uma ideia o Mike Golding vai participar pela 4ª vez e Alex Thomson, skipper do Hugo Boss, tuitou que a regata anterior foi muito estressante, mas este ano vai ser “a walk in the parks”. Quem viver verá este molhado passeio no parque.

VendeeGlobeAPP

Eu vou acompanhar a largada e estar a bordo dos barcos com o aplicativo grátis para smartphones e tablets (iPhone, iPad e Android). Lá você pode escutar os contatos rádio dos skippers, ver a previsão de tempo, ler as noticias e todo o material multimídia gerado a bordo e pelo quartel general da regata. Tudo isso interagindo com os 25000 seguidores no Facebook e outro tanto no Twitter, as chamadas redes sociais. Você tem que escolher um barco a seguir, eu vou a bordo do Hugo Boss, pra mim o mais bonito – não o skipper, mas o bólido de 60 pés com suas velas pretas. E tem também o Virtual Race Game, um joguinho de regata virtual pra quem quiser dar a volta ao mundo sem se molhar.

Anote na agenda ou cole bilhete na geladeira: é amanhã, sábado dia 10, às 12h02 UTC, ou 10h02 no horário de Brasília. Nos vemos na raia.

8 Comentários leave one →
  1. sexta-feira, 9 novembro, 2012 @ 4:01 pm 4:01 pm

    Troque de barco, Helio. O Alex conseguiu arrebentar seu Hugo Boss nos primeiros 2 dias das duas últimas edições do Vendée Globe. Como os franceses falam “jamais deux sans trois” e esta regata é basicamente francesa, ele está fadado a uma terceira desistência prematura.

    Curtir

  2. sexta-feira, 9 novembro, 2012 @ 4:27 pm 4:27 pm

    Salve Hélio! Estou em Sables d’Olonne, França e assistirei à largada da Vendée Globe amanhã, de bordo do barco a motor (perdão pela palavra motor ) “Le Palais”. Depois pretendo (eu disse pretendo) continuar na cidade até que o último velejador regresse ao porto de partida, que coincide com o de chegada, contando dia após dia essa extraordinária aventura humana em forma de regata. Se você quiser, através dos seus numerosos e ótimos contatos, ajudar-me a conseguir alguma forma de patrocínio ou apoio ser-lhe-ei eternamente grato. Como você bem sabe, na Europa tudo é caro para um brasileiro, hotel, comida, telegone, transporte etc… O euro está valendo quase o triplo do real. O endereço do meu blog é http://estreladalvacabofrio.blogspot.fr/

    Bons ventos, toujours!🙂

    Fernando Costa, o maluco da canoa alada

    Curtir

    • Percy permalink
      sexta-feira, 9 novembro, 2012 @ 5:18 pm 5:18 pm

      Helio

      Eu quero seguir a Bela, qual é o barco dela?

      Curtir

      • sábado, 10 novembro, 2012 @ 9:52 am 9:52 am

        Percy,

        O barco da bela é o Savéol.
        Boa regata e bons ventos sempre,

        Curtir

  3. roberto marcio da silva permalink
    sábado, 10 novembro, 2012 @ 2:11 pm 2:11 pm

    Apesar dos pesares ,acredito no Bernard Stamm e seu Chamineé Poujoulat , se ele não puxar demais , acho que léva , apesar do polaco não dar mole. Faltou um Grael , ou ….um Hélio , quem sabe ??

    Curtir

    • sábado, 10 novembro, 2012 @ 11:04 pm 11:04 pm

      Roberto,

      Numa regata dessas é tudo uma loteria. Agora me imaginar lá já é uma Mega Sena. Vixe!

      Dois barcos já voltaram. Logo no início o Bretrand de Broc foi atropelado por um barco de um espectador e agora, enquanto teclo este comentário, Marc Guillemot, do Safran, bateu num OFNI – objeto flutuante não identificado.

      E por falar em Bretrand de Broc, o Google me contou que ele já teve de abandonar por duas vezes a Vendée Globe – em 1996 seu barco capotou a 300 milhas de distância de Le Sable, depois de ter já sido desclassificado por realizar uma escala em Ushuaia devido a problemas técnicos; em 1992, abandonou a rota perto da Nova Zelândia, depois de protagonizar uma cena que correu mundo ao suturar a sua própria língua, ferida depois de uma porrada na retranca do barco.

      Ler mais: http://expresso.sapo.pt/vendee-globe-bertrand-de-broc-o-destemido=f765737#ixzz2Bs5p3QiM

      Bons ventos sempre,

      Curtir

  4. segunda-feira, 12 novembro, 2012 @ 4:03 pm 4:03 pm

    Olá Helio e Mara,
    Acabamos de atualizar nosso blog (já era tempo !!!). Esperamos vossa visita.
    Abraços
    Mauriane e Luiz

    Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: