Skip to content

6ª Regata de Veleiros Clássicos

terça-feira, 22 novembro, 2011 @ 4:34 pm

Casuarina

A Regata de Veleiros Clássicos, organizada pelo Iate Clube Armação de Búzios – ICAB, é aquele tipo de evento que, como cruzeirista de carteirinha, tenho imenso prazer de participar. Afinal, são três festas para apenas duas regatas! E por falar nisso, o evento deu cria: este ano teve uma etapa extra em maio, no Resort Novo Frade, em Angra dos Reis. Eu não estava lá, mas foi o maior sucesso.

JoaoMaraHelioNa próxima sexta-feira, dia 25, acontece a 6ª edição do evento em Búzios. E eu vou! Anota aí a programação: no primeiro dia tem o coquetel que abre as comemorações; no sábado, após a regata, tem o churrasco de confraternização; e no domingo, em seguida a ultima regata, tem a tradicional feijoada e a premiação. Não falei que tem mais festas que regatas? Para se inscrever, é só preencher o formulário no site do evento ou na secretaria do ICAB até as 18 horas da sexta-feira.

No ano passado o coquetel foi animado pela banda Casuarina. Sabemos que a idade avança quando reencontramos uma criança, pelo menos em nossa memória, como o cantor e band leader de grupo que faz um sambinha de primeira. João Cavalcante, de boa cepa – é filho de Lenine -, arrasou nos vocais e animou a turba debaixo do maior toró. Mas a coisa pegou fogo mesmo, lá pelo fim da noite, quando alguns tripulantes subiram no palco pra cantar. O nível alcoólico estava alto, e o musical também!

NoPalco

Na raia Torben Grael ganhou fácil na categoria 2, com o seu “novo” Lady Lou, que passou por uma reforma geral no estaleiro Kalmar, que fica em Itajaí e é uma referência em construção e Macanudoreforma de barcos de madeira (frequentamos o estaleiro pouco mais de um mês, quando preparamos o trawler Ferrara para levá-lo até a Espana, lembra?).

Já na Categoria 3, o “nosso” veleiro, o Aventura, um 38 pés classudo projetado na década de 1940 por Sparkman & Stephens, com Mara e Roberto Bastos, do Amarali, dando um reforço na tripulação e comandado pelo gaúcho Chicão (que, como bom gaúcho, e com a ajuda do tripulante Webber, do veleiro Acauã, também gaudério, até dançou a chula no churrasco de sábado, animando ainda mais o espetáculo) ficou em segundo, de novo! Foi emocionante, o Macanudo, de Ricardo Montenegro, só nos ultrapassou na última perna. É a nossa sina, enquanto a organização não reorganiza as classes.

Vale lembrar que além de fazer bonito na raia, esta regata é um desfile. E beleza, esses barcos têm de sobra.

TripulaAventuraMacanudo

Então tá, nos vemos em Búzios: com os clássicos na raia é festa pra todo lado. Preparem os garfos!

Aqui tem o relato da 4ª edição, em dezembro de 2009, quando também participamos no Aventura.

2 Comentários leave one →
  1. terça-feira, 22 novembro, 2011 @ 8:40 pm 8:40 pm

    Hélio, mudando de pato para ganso, esse livro do Keith Richards é mesmo uma Vida, né? Pois faz justamente uma VIDA que vc o está lendo, meu!!! Boa regata e bons ventos!

    Curtir

    • quarta-feira, 23 novembro, 2011 @ 10:28 am 10:28 am

      Juca, seu cusco baldoso,

      Ahahah, é isso mesmo.
      Pense numa vida louca, não tem dado tempo pra ler.
      Mas o livro é bom, por isso não tirei da estante aí do lado.
      Este é um dos projetos para o próximo ano.
      Grato pelo comentário, espero fazer uma boa regata.
      E a festa promete: as incrições para a 6ª Regata de Veleiros Clássicos já estão encerradas!
      Bons ventos sempre,

      Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: