Skip to content

Home – Nosso Planeta, Nossa Casa

quarta-feira, 19 agosto, 2009 @ 12:08 am

DVD-Home Essa é velha, mas… Coincidindo com a celebração do Dia Internacional do Meio-ambiente, em 5 de junho passado, foi lançado mundialmente nos cinemas, em DVD e no YouTube, o documentário Home do jornalista, fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand (A Terra Vista do Céu de 1994), produzido por Luc Besson (Imensidão Azul de 1988) e com narração de Glenn Close (Ligações Perigosas de 1988).

O filme é um show de técnica, com imagens aéreas chocantes (de helicópteros equipados com câmera Cineflex de alta definição, de aviões e torres), levou dois anos de filmagens em 54 países (inclusive no pantanal mato-grossense), com quase 500 horas de material bruto que depois de editado gerou um documentário de duas horas.

No site do projeto o diretor ressalta que “não são os 50% das florestas que já desapareceram, mas os 50% que restam”, pois hoje “o importante é que somos 6 bilhões de inteligências” com capacidade de ação para mudar as coisas. Então, vamos tentar mudar?

Aqui tem o site oficial onde, dependendo da sua banda, da pra ver o filme, ali o canal no Youtube com making of, entrevistas e que tais e acolá o DVD à venda na Fenac.

Trailer de Home – Nosso Planeta, Nossa Casa com legendas em português.
2 Comentários leave one →
  1. sábado, 29 agosto, 2009 @ 2:40 pm 2:40 pm

    Oi Hélio.

    Assisti o filme. 3 vezes. Excepcional não só pela mensagem, clara, necessária e cada vez mais espalhada atualmente (e quiça um dia ouvida em sua plenitude- até por mim), mas também pelo trabalho de coleta de imagens, quase inacreditável. Fantástico mesmo. Para mim foi também interessante uma pesssoa que (a priori) mora em um veleiro me apresentar a esse filme. Então não tenho como fugir da pergunta (e não me leve a mal, por favor, prometo que é simples curiosidade acadêmica hihihi): Mas você gera sua energia? Sua água? Você acha que, talvez pela área física reduzida, você consome menos? Ou talvez pelo contato tão mais perto da natureza?

    O filme é tão bom que me deixou cheio de pensamentos e perguntas.😀 Quem não viu, vá ver.🙂

    Abraços.

    Curtir

    • sábado, 29 agosto, 2009 @ 5:04 pm 5:04 pm

      Marcelo,
      Ainda não assisti ao filme, a internet de bordo é do tipo banda fina (ou bunda mole).
      No MaraCatu temos quatro baterias de 100 Ampères que são carregadas, principalmente, por um alternador marca Balmar de 100A, dois painéis solares Siemmens de 43 Watts cada e um gerador eólico da Air Marine que com 15 nós de vento gera 5,7A.
      Aqui me Angra o eólico não tem muita serventia e está quebrado. Quando estamos ancorados e falta sol temos que ligar o motor a cada dois dias para repor o consumo da geladeira e do lepitopi (a geladeira bebe quase 4 A por hora), sem falar no consumo do radio SSB que agora está sem uso. Não temos dessalinizador (maquina de tirar o sal da água do mar) e agora estamos numa marina com água a vontade, mas mesmo assim nosso consumo na cozinha é 90 litros por semana (sem contar os banhos).

      Sim, consumimos bem menos água e energia de que quem mora em terra firme.

      Sua curiosidade acadêmica pode ser saciada em nossa página de FAQ.

      Bons ventos sempre e qualquer outra pergunta é só gritar.

      Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: