Skip to content

Rede solidária

quinta-feira, 1 março, 2012 @ 3:06 pm

Na terça-feira passada o leitor Fernando Costa, lá de Cabo Frio,  que ainda não conheço e editor do blog Estrela D´Alva – a canoa alada, deixou o comentário que transcrevo, em parte, abaixo:

Escrevo para pedir-lhe que ajude um grande velejador solitário norte-americano, que vem circunavegando nosso continente, desde junho do ano passado, a bordo de um veleiro antigo, de apenas 27 pés. No momento ele ruma para Recife em condições precárias. Praticamente sem água e energia a bordo. Suas coordenadas atuais são:

Sat 25/Feb 18:00 GMT
10 50.452 S 30 59.900 W
Course: 4.5 kts, 312° true.

Sinto uma profunda admiração pelo Matt Rutherford, não só pela extraordinária façanha que ele vem realizando, mas pelos ótimos textos que escreve.

Já publiquei mais de vinte posts no meu blog sobre ele. O mais recente foi este aqui.

MattRutherfordO velejador solitário Matt partiu de Annapolis, em junho de 2011, a bordo do veleiro St. Brendan, um Albin Vega de 27 pés, construído há 40 anos na Suécia. De lá pra cá eles já fizeram a Passagem de Noroeste, cruzaram o estreito e o Mar de Bering, passaram pelas ilhas Aleutas e agora em janeiro cruzaram o Horn. Quem disse que é necessário um super barco para uma viagem dessas?

Pelo track do barco no site de Matt, perto de meia noite eles estavam a 18 milhas da barra do Recife navegando a míseros um nó e meio. Opa, eu tenho amigos velejadores em Recife! Então contei a epopéia do velejador solitário em um e-mail para Torpedinho e para o casal Karina e Hans, que é prático no porto de Suape.

MattRutherfordTrack

Imediatamente Torpedinho respondeu que Hans estava viajando, mas já tinha entrado em contato com seu braço direito no Cabanga Iate Clube para ficar a postos, orientou o Matt a entrar em contato com ele via VHF através do porto de Suape, lá se fala inglês, e  que poderia até dispor de uma lancha para ir ao seu encontro ao largo de Recife. Eficiente este rapaz, né?

MattBoatStBrendanLá pelas duas da manhã de ontem pipocou outro comentário de Fernando: “… está tudo sobre controle e o abastecimento será feito fora do porto pelo Marcos, que não sei quem é…”. Depois ele mandou e-mail contando o final feliz da história: “O Matt aproximou-se a menos de três milhas de Recife, por volta das 10 horas de hoje [ontem], reabasteceu e já levantou vôo com tudo em cima”.

Velejador é um bicho gregário e solidário. É uma confraria, como a dos motociclistas. Já reparou que perto de uma moto com problemas numa estrada tem sempre outra(s) por perto, com a tripulação disposta a ajudar? Na blogosfera também. No mar então…

Aqui tem o site de Matt, que viaja para levantar fundos para a Chesapeake Region Accessible Boating (CRAB) e acolá tem os comentários que geraram este post.

About these ads
8 Comentários leave one →
  1. Hiram Hollanda Jr permalink
    quinta-feira, 1 março, 2012 @ 3:40 pm 3:40 pm

    Em nome da solidariedade que une a todos os velejadores, vai este pedido aos brasileiros que velejam, de todos os portos e marinas do Brasil: vamos ajudar Matt Rutherford, o velejador norte-americano que está em nossas águas. Custa pouco e vale muito. Pode haver o dia em que também precisemos e também iremos precisar de ajuda. E seria muito bom poder contar com pessoas solidárias e generosas.

    Curtir

    • quarta-feira, 7 março, 2012 @ 12:25 pm 12:25 pm

      Hiram,

      Está tudo resolvido.
      O competente Marcos Medeiros, o organizador da REFENO, fez o reabastecimento do St. Brendan em pleno mar e Matt seguiu viagem, como pode ser visto nos comentários abaixo, de Fernando Costa, o cara que deu início a esta operação e gentilmente postou aqui o desfecho. “Bem está o que bem acaba”.
      Bons ventos sempre,

      Curtir

  2. quinta-feira, 1 março, 2012 @ 4:48 pm 4:48 pm

    ” – Velejador é um bicho gregário e solidário.”

    – É verdade Hélio e ai de nós se assim não fosse.

    Quantos milhares de marujos teriam perdido o barco e a vida no mar, se não fosse a milenar solidariedade que nos une.

    Eu, por exemplo, já teria morrido umas três vezes.

    A ajuda do Torpedinho não foi necessária (mas noutras circunstâncias poderia ter sido fundamental), porque o Simon Edwards, “o anjo da guarda do Matt” já havia feito contato com o Marcos Medeiros, que eu saiba, diretor da Refeno, e a performance dele foi exemplar.

    Reabastecimento em movimento em pleno mar, no tempo recorde de 20 minutos…

    – Inacreditável!

    – Inacreditável e elogiável.

    – Parabéns Marcos Medeiros !

    – Não lhe conheço, mas você me fez sentir orgulho de ser brasileiro.

    – Mais uma vez obrigado, Hélio, pelo contato com o Torpedinho, Karina e Hans e por este excelente e minucioso post.

    – Agradeço-lhe em meu nome e em nome do Matt, marujo dos mais cascudos, que só conheço do oceano da internet, mas a causa pela qual ele batalha dia e noite, sozinho no mar, desde junho do ano passado, a bordo de um veleiro antigo e castigado é das mais nobres desse mundo.

    – Ótimos ventos Hélio !

    Curtir

  3. segunda-feira, 5 março, 2012 @ 4:18 am 4:18 am

    BEM ESTÁ O QUE BEM ACABA

    Bom dia mestre Hélio

    Eis aqui o trecho do post do Matt sobre o antológico reabastecimento feito pelo Marcos Medeiros.

    Mais uma vez obrigado e ótimos ventos, sempre ! :)

    Fernando Costa

    TRECHO DA MENSAGEM DO MATT RUTHERFORD

    I hit my target waypoint about 2 miles offshore ten minutes early. I sat there hove-to thinking that not far away there was a beach full of beautiful Brazilian girls and here I am stuck on this little boat drifting around. I didn’t drift for long before I saw Marcos approaching in a large inflatable. There was a good 3-5 foot swell so it was a great idea to use a forgiving inflatable instead of a hard sided vessel. The whole thing was very quick, in less than ten minutes they were gone and I was heading back out to sea. I got a handheld VHF because sailing without a working VHF is ridiculous, that’s just safety 101. I got same underwater putty to fix my leaky transducer (I’ll do that later today and let you know if it worked). I got two small solar panels that are 15 watts each (about 2 amps total). It doesn’t sound like much but it’s giving me the power to write this update. I also got a hand crank for the engine. This all happened yesterday and by the time I received the items I had been awake for 40 hours. I just woke up so I haven’t had time to try it out. Again I’ll write about it in my next update. I also got some Brazilian booze and some Johnny Walker along with some sweet treats and the best roasted chicken I’ve ever had. Oh yeah, also 15 gallons of diesel and 20 gallons of emergency water, along with other bits and bobbles.

    Thank you all for your contributions to help with this resupply.

    Testo integral aqui : http://www.solotheamericas.org/?p=421

    >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

    MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE POST

    Fernando Costa says:
    March 1, 2012 at 10:49 pm
    TWO DREAMERS: ONE BIG, MATT, THE OTHER LITTLE, ME.

    Do you know what?
    If Matt Rutherford is a dreamer I’m another, smaller, much smaller than him, but I am also a dreamer.
    I dream of all the oceans of the world full of refueling stations, each one, with a clone of Marcos Medeiros on board, always ready to serve any sailor in need of water, fuel, whiskey and everything else someone might need lost in the middle of ocean. Free and fast, of course! LoL!

    Good winds Marcos Medeiros ! And once again congratulations for the faster fueling operation of all time. A real “splash and go”. 10 minutes ?!!! No, I can not believe ! LoL!

    Good winds Matt Rutherford, reading your blog is a great pleasure and my best sailing school!

    Curtir

  4. segunda-feira, 5 março, 2012 @ 12:19 pm 12:19 pm

    Esqueci de lhe dizer algo importante mestre Hélio!

    Tem outro aventureito precisando do seu apoio.

    Na verdade trata-se de uma aventureira jovem, loura, bonita, corajosa e lutando por uma causa das mais nobres.

    O nome dela é Sarah Hébert. Ela é francesa e vem atravessando o Atlântico sobre uma prancha à vela (windsurf).

    Mas tem um detalhe na sua vida pessoal, que transforma sua aventura, já grande em si, num ato de certa forma heróico.

    Visite, se puder, o link do meu post e você entenderá tudo.

    http://estreladalvacabofrio.blogspot.com/2012/03/mike-matt-sarah-and-roman-have-you-read.html

    Bons ventos, sempre ! :)

    Curtir

  5. quarta-feira, 6 junho, 2012 @ 2:40 pm 2:40 pm

    Li o relato da Cecília, mestre Hélio. Interessante. É… não sei fazer isso ainda não. Às vezes eu continuo em frente, quando já deveria ter arribado há muito tempo. Já quase dancei umas cinco vezes por causa disso. Não sei se este é o lugar adequado pra escrever isto, mas estou precisando de sua ajuda Hélio. Desejo comprar um veleiro. Você que conhece tudo e todos no mundo da vela de cruzeiro, sabe, por um feliz acaso, de alguém que tenha um veleiro de 27 pés, bom e barato, pra vender? Bons ventos! :)

    Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.036 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: